Sexta-Feira, 22 de Setembro de 2017
Página Principal
Quem Somos
Novidades
Actividades Realizadas
Biblioteca
Recursos
Alunos
Bolsas
O Caminho de Santiago
Ligações
Contactos
 


Caminhos Portugueses de Peregrinação a Santiago de Compostela

Introdução | História do Caminho | Os Caminhos | Albergues | Guias do Caminho
Associações do Caminho Português | Internet | Certificados | Mapas e Sinalização

Mapas e Sinalização

Mapas

Não existem à venda mapas do Caminho Português. Na Internet podemos encontrar alguns, embora na sua grande maioria sejam de fraca qualidade. Uma outra forma de os encontrar é nos guias do Caminho. A associação de Amigos do Caminho de Santiago do Norte de Portugal disponibiliza na sua página vários mapas dos Caminhos Portugueses, mapas detalhados do percurso Porto – Valença (por Braga e por Barcelos) e Cartas Militares com o Itinerário do percurso Lisboa – Porto. Em http://www.caminhoportugues.web.pt

Seguem-se alguns mapas dos Caminhos Portugueses, com a referência à respectiva fonte.

 

Mapa dos Caminhos Europeus
impresso na Credencial de Peregrinos

Mapa dos Caminhos Portugueses
impresso na Credencial de Peregrinos
Mapa dos Caminhos Portugueses a Norte de Lisboa

in Caminhos portugueses de Peregrinação a Santiago: Lisboa-Santiago,
editado no Xacobeu de 1999 pela Xunta da Galiza.
Mapa dos Caminhos de Santiago na Galiza

in Caminhos portugueses de Peregrinação a Santiago: Lisboa-Santiago,
editado no Xacobeu de 1999 pela Xunta da Galiza.

 

A marcação e sinalização do Caminho

O Caminho Português está sinalizado desde Lisboa com setas amarelas e placas de identificação. Não confundir com as setas azuis que marcam o Caminho para Fátima.

Estes azulejos são utilizados na marcação do Caminho. A parte aberta da vieira (os “dedos”) aponta a direcção a seguir (neste caso a direita). Devido à tendência dos peregrinos levarem estes azulejos como “recuerdo”, eles tendem a desaparecer, sendo substituídos pelas tradicionais setas amarelas. Só existe uma vieira na marcação do Caminho em que os “dedos” apontam para baixo, está ao lado do farol em Finisterra – o fim do Caminho.

              

Para além da sinalização oficial, encontramos por vezes marcações provisórias, feitas pelos peregrinos, quando há problemas com a sinalização existente (mau tempo, azulejos roubados, vegetação cresceu por cima das marcas) ou para avisar os companheiros quando se desviam do Caminho.

Voltar                            Avançar

 

COPYRIGHT © 2004/2005 ANA MENDES / CEG
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS – SOLICITE PERMISSÃO PARA REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL.

© 2017 Centro de Estudos Galegos / UNL | Optimizado para Internet Explorer 5 com uma resolução de 800x600