Novas vozes da poesia galega apresentam «Dentes para a mazá».

Novas vozes da poesia galega apresentam «Dentes para a mazá».

Atualidade
Oito dos Poetas presentes na coletânea Dentes para a Mazá,  publicada recentemente pela editora Chan da Pólvora,  estiveram presentes no casino literário organizado conjuntamente pela própria editora, o Centro de Estudos Galegos da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, e a Cátedra Estudos Galegos da Universidade de Lisboa. As vozes de  autores como Serxio Abalo, Daniel Amarelo, Marcos D. Cabada, Vanessa Glemsel, Eilún del Pazo, Belén Senín, Afonso Traficante e Nuria Vil ecoaram pela primeira vez no histórico bairro da Estrela d’Ouro, fundado pelo magnate galego Agapito Serra, num evento apresentado pelo diretor da livraria editora, Antón Lopo. A noite contou com a participação dos escritores portugueses Valério Romão e Golgona Anghel, que comentaram a obra, e dos artistas Nelu Vermouth, Sandra Varela e Lois Búa,  que animaram a noite…
Read More
Brais Arribas apresenta na FCSH «Sobre a Eutanásia»

Brais Arribas apresenta na FCSH «Sobre a Eutanásia»

Atualidade
O Doutor em Filosofia e Professor do Ensino Médio Brais Arribas visitou ontem Lisboa para apresentar o seu trabalho «Sobra a Eutanásia», um breve ensaio que pretende aproximar o leitor ao estado atual do debate e fornecer os conceitos e ferramentas necessárias para entender os diversos posicionamentos presentes na sociedade. Acompanharam-no na mesa Teresa Moure, diretora da coleção alicerces, e Gabriel André, Leitor de Língua e Cultura Galega na Universidade Nova de Lisboa.
Read More
A escritora galega Susana Arins apresenta «Seique»

A escritora galega Susana Arins apresenta «Seique»

Atualidade
  A escritora galega Susana Arins preferiu  ontem na Biblioteca Museu República e Resistência de Lisboa a conferência “Literatura, Arte, Compromisso: Escrever a Ditadura”,  que serve como apresentação a sua obra «Seique»  perante o público lisboeta. Arins conta nesta obra,  baseada em factos reais acontecidos no âmbito familiar da própria autora, a história de um repressor e das suas vítimas,  a procura de uma justiça que a historiografia oficial e as provas documentais não souberam garantir. Apresentação,  durante a qual escritora  leu fragmentos da sua obra,  seguiu-se das perguntas do público,  que quis conhecer mais sobre processo de documentação desenvolvido pela autora e pelas reações geradas pela publicação do livro. A intervenção de Susana Arins faz parte do ciclo "Resistir na Longa Noite de Pedra",  organizado pelo Centro de Estudos…
Read More
Susana Arins recupera a memória das silenciadas na UMAR

Susana Arins recupera a memória das silenciadas na UMAR

Atualidade
  A escritora galega Susana Arins esteve presente ontem no Centro de Cultura e Intervenção Feminista, a convite da UMAR, onde proferiu uma conferência a respeito das mulheres silenciadas durante a Guerra Civil e a repressão posterior na Galiza. Durante o evento, organizado conjuntamente com a Asociación de Escritores e Escritoras en Lingua Galega e que contou com o apoio do Centro de Estudos Galegos, Susana Arins deu a conhecer uma parte da nossa história ainda desconhecida, não apenas para o público português, mas também para o galego. Por outra parte, a conversa com a escritora serviu igualmente a modo de apresentação da sua obra Seique, que bebe diretamente da memória das vítimas, dos repressores e das suas famílias. Apesar da ameaça do furacão Leslie, a visita da professora a…
Read More
David Fontán apresenta a sua investigación sobre a resistência na freguesia galega das Encrovas

David Fontán apresenta a sua investigación sobre a resistência na freguesia galega das Encrovas

Atualidade
[caption id="attachment_330" align="aligncenter" width="1280"] David Fontán presenta a súa investigación sobre as Encrovas[/caption]   O investigador galego David Fontán, da Universidade de Santiago de Compostela, apresentou na semana passada o seu trabalho sobre a história da resistência e os movimentos sociais na freguesia das Encrovas, no concelho de Cerzeda. Esta paróquia é conhecida principalmente pela resistência apresentada pela população local à instalação de uma mina na área. As indagações realizadas por Fontán levaram-no a pensar que as lutas sociais no local de estudo têm raízes mais profundas e abrangem camadas populacionais mais diversas do que à partida podemos pensar. A intervenção do cercedense veio precedida de um Jantar Republicano de 1936, organizado pelo próprio após documentar-se a respeito dos pratos comuns nas celebrações da época republicana. Esta intervenção, integrada no…
Read More
Ana Luísa Rodrigues apresenta «A Guerra Também Foi Nossa»

Ana Luísa Rodrigues apresenta «A Guerra Também Foi Nossa»

Atualidade
  A portuguesa Ana Luísa Rodrigues apresentou nesta quinta-feira reportagem «A Guerra Também Foi Nossa»,  o trabalho jornalístico realizado juntamente com Carla Quirino e José Rui Rodrigues. Após a sua visualização, o público assistente aproveitou a presença da autora para colocar questões relativas à génese da reportagem,  os desafios surgidos durante a sua produção, reconhecimento público obtido e os projetos que a jornalista está a preparar para o futuro. A projeção desta reportagem, que pretende dar a conhecer em Portugal os destinos  dos cidadãos lusos que sofreram a repressão durante a Guerra Civil espanhola, inaugura o ciclo de eventos Resistir Na Longa Noite de Pedra, dedicado a luta contra o regime fascista na Galiza. O evento, organizado conjuntamente  pelo centro de estudos galegos da Universidade Nova de Lisboa, o Centro…
Read More
Novas colaboracións no CEG

Novas colaboracións no CEG

Atualidade
  No Centro de Estudos Galegos contaremos con dúas novas colaboradoras nos próximos meses. Laura Castro e Bárbara Veiras, graduadas en Lingua e Literatura galegas pola Universidade de Santiago de Compostela, participarán nos proxectos que estamos a desenvolver para promover e difundir a cultura galega en Lisboa. Algún destes proxectos máis destacados son o Grandes Voces do Noso Mundo realizado en colaboración co equipo de Radio Burela, ou o Galegos de Lisboa, que pretende recuperar a memoria da emigración galega na cidade. Ademais, tamén contribuirán nas aulas de Lingua e Literatura Galega impartidas na Universidade Nova de Lisboa.   
Read More
Brais Morán em Lisboa

Brais Morán em Lisboa

Atualidade
  O músico Galego Brais Morán  esteve presente na última jornada  do ciclo de eventos A Praça Convida,   organizado conjuntamente entre centro estudos galegos, o centro interculturacidade  e a Junta de Freguesia da Misericórdia. O cantor galego conseguiu encher o Largo de São Paulo,  uma das praças principais do Cais do Sodré, bairros com presença histórica de imigrantes procedentes da Galiza na cidade de Lisboa. Para além de Morán,   participaram deste evento os brasileiros projeto KLG, a poeta Christiane de Macedo e o professor Elvis Afonso, quem dirigiu uma oficina de monotipia. Todas aquelas pessoas que passaram pelo local tiveram igualmente oportunidade de visitar os stands das associações responsáveis pela organização do concerto e conhecer o trabalho desenvolvido por elas.
Read More
Um galego contra Marcelo Caetano

Um galego contra Marcelo Caetano

A Memória da Gente, Atualidade
[embed]https://youtu.be/L6BnK1LL7tI[/embed]   Apesar de que foram muitos os galegos que, enquanto membros da sociedade portuguesa, lutaram contra o salazarismo, esta participação não é muito conhecida atualmente —com a exceção, provavelmente, do episódio do Santa Maria—. Não parece ter sido tão relevante a presença galega nas antigas colónias, pelo menos até onde nós conseguimos apurar, mas mesmo assim alguns galegos realizaram ações sem as quais a História dos últimos 40 anos teria sido, provavelmente, bem diferente. É o caso de Julio Moure, um missionário nascido em Arnoia que fez parte de uma das  operações que mais contribuíram para a queda do regime, evidenciando a repressão aplicada pelo exército português e suscitando a perda de apoios internacionais. Ouvimos falar sobre o Julio por primeira vez no episódio dedicado à Operação Marosca do…
Read More